Ressaca suspende operação de linhas de barcas no RJ

A ressaca que atinge o Rio de Janeiro desde a manhã de ontem deixa inoperante, por tempo indeterminado, a linha de barcas Praça XV-Charitas, segundo confirmou a empresa Barcas S/A. As demais linhas, Rio-Niterói, Praça XV-Paquetá, Praça XV-Cocotá, na ilha do Governador, estão operando normalmente, mas com redução de velocidade por medida de segurança devido às condições da maré, segundo a Barcas. A travessia Praça XV-Charitas foi suspensa na manhã de ontem pelo mesmo motivo, de acordo com a empresa.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

09 de abril de 2010 | 09h33

A ressaca, que elevou o nível do mar na Baía de Guanabara, também contribuiu para acumular areia nas pistas do Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio. No entanto, não houve prejuízo às operações de pouso e decolagens.

Neste manhã, o aeroporto fechou por meia hora para pousos, por falta de visibilidade, segundo confirmou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os pousos foram interrompidos no período das 6h40 até as 7h15. Por conta do fechamento, um voo da ponte aérea Rio-São Paulo da empresa aérea TAM, foi alternado para o Aeroporto Tom Jobim, às 7h40. Cinco pousos da Trip e outro da TAM foram cancelados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.