Restrição ao fretado em SP pode aumentar para carros

A partir do dia 27, os fretados serão proibidos de entrar na Zona Máxima de Restrição à Circulação de Fretados (ZMRF), uma área de São Paulo de 70 quilômetros quadrados, das 5h às 21 horas nos dias úteis. A restrição adotada pela Prefeitura inclui vias centrais e da zona sul com altos índices de congestionamento e pode aumentar para o uso de carro na capital paulista.

AE, Agencia Estado

13 Julho 2009 | 09h16

A Secretaria Municipal de Transportes (SMT) vai remanejar 65 ônibus para as sete linhas de conexão entre os bolsões de fretados. A frota, porém, não será reforçada. Em nota, a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) alegou que espera receber ?informações detalhadas? da SMT para buscar soluções. Já os carros começam a ter restrições na zona sul da cidade a partir de hoje.

A Companhia de Engenharia de Tráfego passa a restringir o estacionamento em 45 ruas da região da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, zona sul. Cerca de 3.400 vagas foram eliminadas e outras 740 ruas viraram Zona Azul para aumentar a rotatividade de veículos que param na região. Ainda com a justificativa de melhorar o trânsito, o pacote de medidas inclui também mudança de mão de algumas ruas e a proibição das conversões à esquerda na Berrini. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
trânsito SP restrições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.