Resultados dependem de políticas interdependentes

Análise: A educação é uma das áreas mais complexas da gestão pública, uma vez que seus resultados dependem de várias políticas interdependentes. Uma boa analogia pode ser feita entre a educação e uma orquestra. Não se tem bom resultado musical se apenas dois ou três instrumentos tocarem bem. Nem se todos tocarem bem separadamente, mas sem harmonia entre si.

Priscila Cruz - DIRETORA EXECUTIVA DA ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL TODOS PELA EDUCAÇÃO, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2012 | 02h02

Não há dúvida de que a complexidade da cidade de São Paulo se soma à da educação, tendo como resultado uma difícil equação, que exige uma condução muito mais eficaz.

A cidade de São Paulo apresenta inúmeros problemas que, apesar de não estarem estritamente relacionados à área da educação, afetam a gestão educacional e a melhoria da qualidade do ensino. A capital paulista tem enormes desigualdades sociais, verificadas não apenas entre diferentes regiões, mas também dentro de cada bairro; há dificuldades de locomoção, que atrapalham a circulação de alunos, professores, mães, pais e responsáveis e até a má qualidade da saúde tem reflexos, impedindo o pleno desenvolvimento das crianças - entre outras tantas questões.

Entretanto, nada disso justifica os maus resultados verificados na educação. O grande desafio de cidades com o gigantismo de São Paulo é justamente operar bem nesse emaranhado, com articulação entre as diferentes políticas, excelência na gestão e implementação dos programas e projetos, além do engajamento da sociedade para que os acompanhe, os apoie e pressione mais para que os objetivos sejam alcançados. Afinal de contas, a Educação é a área que pode ajudar todos os demais campos da cidade e da gestão municipal a se articularem em torno do propósito de garantir vida melhor para todos, especialmente para os mais vulneráveis.

Os resultados ainda insatisfatórios da aprendizagem dos alunos no município de São Paulo deveriam obrigar o novo prefeito a propor soluções que realmente coloquem a Educação da cidade entre as melhores do País, de forma a garantir, em prazo mais curto, uma vida mais digna para todos os paulistanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.