Retomadas buscas por vítimas de naufrágio no AM

As buscas às vítimas do naufrágio do barco Comandante Sales, ocorrido ontem no Rio Solimões, na região de Manacapuru, no Amazonas, recomeçaram às 6 horas de hoje, de acordo com informações do 9º Distrito Naval da Marinha. Inicialmente, havia sido informado que pelo menos 16 pessoas tinham morrido no acidente. Entretanto, em razão de um equívoco na contagem, o número oficial de mortos foi reduzido para 15. Ontem, o comando do 9º Distrito Naval da Marinha divulgou nota informando que a embarcação não tinha inscrição na Capitania dos Portos e, portanto, estava com documentação irregular.Durante inspeção naval, realizada em janeiro, o barco chegou a ser apreendido exatamente por não possuir a papelada legal nem tripulação habilitada para navegação. O barco se acidentou quando viajava para Manacapuru, depois de uma festa na localidade de Lago Pesqueiro. Pelo menos 80 pessoas estavam a bordo. Alguns passageiros conseguiram nadar até a margem do rio. Pela manhã, a Marinha ainda não havia divulgado ainda o número oficial de sobreviventes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.