Reurbanização de favelas, é grande aposta de Kassab

A grande aposta que o prefeito Gilberto Kassab (DEM) faz para marcar o sucesso da segunda gestão é a reurbanização de favelas, para a qual prevê verba de R$ 1,2 bilhão quase que exclusivamente em regiões da periferia paulistana. Esse investimento para melhoria de áreas carentes será complementado com forte direcionamento de recursos para educação e saúde. Kassab não cansa de se gabar do projeto, que rotula como "o maior programa social do continente". Até o fim da nova gestão, ele quer urbanizar 99 favelas do Município e prevê uma "revolução urbana" nessas áreas. Na maioria dos casos, as pessoas são removidas e instaladas em casas alugadas pela Prefeitura, enquanto as novas moradias são construídas. No fim, depois de feita a reconstrução do local, as famílias são realocadas nos locais onde viviam. Da mesma forma que explicava o programa à exaustão na campanha eleitoral, Kassab lembra agora que, do total a ser alocado no programa de reurbanização de favelas, a Prefeitura entra com 40%, o Estado com outros 40% e o governo federal, com 20%. Kassab tem confidenciado a amigos que este programa vai acabar com a supremacia do PT nas periferias da capital - como os extremos das zonas sul, leste e noroeste. Na eleição deste ano, em muitas áreas da periferia o prefeito já conseguiu vencer os petistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.