Rezando, Lula diz que queria fazer a viagem do astronauta brasileiro

A transmissão pela TV da subida ao espaço do primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes, foi acompanhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na residência do embaixador da China no Brasil, Jinang Yuand, no bairro do Lago Sul, em Brasília.Tanto Lula quanto a primeira-dama, Marisa Letícia, reagiram com apreensão e um gesto de oração no exato momento em que a nave começava a decolagem no deserto do Casaquistão: o presidente fez o sinal da cruz, e Marisa juntou as mãos e inclinou a cabeça.À medida em que as imagens de TV mostravam que o lançamento estava sendo bem-sucedido, Lula, sua mulher e outros convidados do embaixador começaram a se descontrair. Sorridente, o presidente exclamou: "É a viagem que eu gostaria de fazer!"Depois, Lula, dirigindo-se ao embaixador chinês, fez comentários elogiosos ao astronauta brasileiro. Jornalistas não tiveram acesso à sala da reunião de Lula com Jinang. Aos repórteres que se concentravam do lado de fora, a cena foi relatada por funcionários do Palácio do Planalto. Lula se retirou da residência do embaixador pouco antes da meia-noite.

Agencia Estado,

30 de março de 2006 | 00h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.