Ribeirão Preto faz mutirão contra doença

Com 984 casos de dengue registrados neste ano até o dia 16, Ribeirão Preto iniciou ontem o primeiro mutirão de combate à doença em seis bairros. Na quarta-feira passada, o Instituto Adolfo Lutz confirmou a primeira morte por dengue na cidade e no Estado. A auxiliar de enfermagem Flávia Patrícia Quirino, de 36 anos, morreu no dia 27 de janeiro. Um laboratório particular tinha confirmado a morte por dengue, mas só nesta semana houve a comprovação por um laboratório credenciado pelo SUS. Flávia foi vítima da dengue clássica e sofreu diversas complicações.

,

19 de fevereiro de 2011 | 00h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.