Ribeirão Preto-SP confirma 3ª morte por gripe suína

A Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto confirmou hoje a terceira morte por Influenza A (H1N1), a gripe suína, na cidade. Trata-se de um homem de 23 anos, que ficou internado durante 30 dias e tinha problemas neurológicos. Ele é uma das vítimas do surto ocorrido em uma instituição que cuida de deficientes mentais e físicos. A morte ocorreu na noite de sábado. Foi a segunda vítima fatal infectada na instituição: um garoto de 11 anos havia morrido uma semana antes.

BRÁS HENRIQUE, Agencia Estado

24 Agosto 2009 | 15h25

Hoje, as funcionárias grávidas do Ministério Público Federal (MPF) em todo o País foram liberadas de comparecer ao trabalho até o dia 31 de agosto por causa da Influenza A (H1N1). O MPF também vai recomendar às empresas prestadoras de serviço a adoção de medida semelhante às funcionárias gestantes. Se houver possibilidade, as mulheres liberadas poderão, a critério da chefia imediata, fazer o serviço em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.