Ribeirão Preto vive surto de dengue tipo 4

Boletim divulgado ontem pela Divisão Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto (SP) aponta um aumento de 2.796% nos casos de dengue na cidade neste ano. Em janeiro e fevereiro foram confirmados 1.043 casos, comparado a apenas 36 no mesmo período do ano passado.

FRANCA, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2013 | 02h04

Apesar da alta, a Secretaria de Saúde informa que os números não indicam uma epidemia. Isso porque 2012 teria sido um ano atípico, com um número de casos muito abaixo do normal na cidade. Em comparação com 2011, houve uma redução no números de casos neste ano.

Maria Luiza Santa Maria, diretora da Divisão de Planejamento em Saúde da prefeitura, diz que não é possível falar em epidemia. Segundo ela, são 170 casos para cada 100 mil habitantes, o que não seria tão preocupante. Sobre a comparação com o ano passado, ela alega que não vale porque agora é maior a circulação do vírus tipo 4 e a população está mais suscetível a desenvolver a doença.

Expectativa. Ela explica que os tipos 1, 2 e 3 da dengue circulam há muito tempo em Ribeirão, enquanto que o tipo 4 começou a ser registrado em março do ano passado. Por isso, já havia uma expectativa de que o número de casos aumentaria neste ano. "A rede de saúde está conseguindo atender os doentes de forma rápida", ressalta Maria Luiza. / R.M., ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.