Rio derruba muro construído por traficantes na Mangueira

Agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) da prefeitura do Rio de Janeiro derrubaram nesta manhã uma mureta localizada em uma viela próximo ao local conhecido como Buraco Quente, na Mangueira, zona norte da capital fluminense. O muro de um metro de altura por dez centímetros de largura era usado como barreira por traficantes da região.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

21 Junho 2011 | 12h19

A operação acontece no terceiro dia da ocupação da comunidade por forças policiais, iniciada no último domingo. Participaram da ação 20 pessoas, entre agentes da Seop, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Conservação e policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Quatro reboques deram apoio à operação.

Desde domingo, foram demolidas 34 construções de comércio irregular que ocupavam o espaço público na Rua Visconde de Niterói, na entrada da comunidade, e 23 veículos abandonados foram rebocados. Também foram desativadas ligações clandestinas de energia em ruas da região e 30 toneladas de entulho e lixo foram retiradas pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb).

Mais conteúdo sobre:
Mangueira traficantes muro Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.