Rio quer transformar funk em movimento cultural

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) vai votar no próximo dia 1º, em sessão extraordinária, projetos de lei que buscam transformar o funk em movimento cultural e musical de caráter popular e a revogação da lei que estabelece regras para a realização de eventos de música eletrônica, raves e bailes funk. Ontem, a secretária estadual de Educação, Tereza Porto, afirmou que o governo pretende dar ao movimento caráter pedagógico e, com isso, levá-lo para as escolas estaduais.

RICARDO VALOTA, Agencia Estado

26 Agosto 2009 | 10h49

"Através do funk, vamos estar mais próximos dos nossos alunos. As letras podem ser usadas de forma positiva, abordando temas importantes", disse Tereza. O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ) afirmou que vai apresentar na Câmara Federal, em Brasília, um projeto de lei para definir o funk como manifestação cultural. "É preciso reconhecer que ali há uma manifestação cultural que, crescentemente, envolve milhões de jovens no Brasil inteiro", disse o deputado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.