RJ: jovens são presos ao tentar enterrar homem vivo

Segundo os policiais, os jovens confessaram que tentavam matar o morador de rua 'por ele ser um estuprador'

Clarice Cudischevitch, O Estado de S. Paulo

01 de setembro de 2013 | 11h50

RIO - Três jovens foram flagrados pela polícia no fim da madrugada deste domingo, 1º, ao tentarem enterrar um homem vivo nas areias da praia de Ipanema.

Paulo César Furtado da Silva, de 18 anos, e dois menores de 15 e 17 anos usavam uma pá para cavar o buraco e agredir a vítima, um morador de rua, quando policiais do 23º BPM (Leblon) se aproximaram e viram o crime.

De acordo com os policiais, os jovens confessaram que tentavam matar o homem "por ele ser um estuprador". Segundo a Polícia Civil, os criminosos também sufocavam o homem com um saco plástico. O morador de rua, não identificado, foi encaminhado ao Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, onde foi internado. Com lesões no tórax e traumatismo cranioencefálico leve, seu estado é estável e não é grave. De acordo com a Secretaria da Saúde, o homem está lúcido.

Segundo a 14ª DP (Leblon), para onde os jovens foram levados, Paulo César foi autuado por tentativa de homicídio e corrupção de menores. Ele foi, então, encaminhado à Polinter. Os dois menores vão responder por fato análogo ao crime de tentativa de homicídio. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiroprisãojovens

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.