RJ: Metade dos agressores de mulheres são reincidentes

Quase a metade dos acusados de crimes contra mulheres, no Rio de Janeiro, é reincidente. O dado foi extraído do relatório Dossiê Mulher - 2, divulgado hoje pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) do Estado, com base em registros de ocorrência de violência doméstica, em 2009.

GABRIELA MOREIRA, Agência Estado

20 de maio de 2010 | 18h33

De acordo com o levantamento, 43,9% dos autores dos crimes tinham mais de um registro de violência praticado contra mulheres. O relatório mostrou, ainda, que o número de mulheres estupradas continua alto (73% dos registros), assim como o de mulheres que sofreram lesão corporal dolosa (88% do total).

Comparado com 2008, o ano passado teve um aumento de 12% no número total de registros de lesão corporal contra mulheres, praticadas por pessoas com vínculo de parentesco ou afetivo (companheiros, ex-companheiros, namorados, pais, padrastos, irmãos). Em 2008, o total foi 26.876. Enquanto ano passado, 30.103 vítimas fizeram registros.

A pesquisa foi realizada com base em 567 registros da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (Deam), do Centro, que recebe registros de todo o Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciamulherRiopesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.