RN receberá sua primeira refinaria da Petrobrás

Embora seja o maior produtor de petróleo em terra do Brasil, com 53.365 barris diários, só em 2010 o Rio Grande do Norte começará a produzir gasolina. A Refinaria Clara Camarão, orçada em US$ 191 milhões, vai produzir 21 mil barris diários. ''Como todas as refinarias da Petrobrás, a Clara Camarão poderá refinar tanto petróleo pesado da Bacia de Campos como o leve do pré-sal. Entretanto, na primeira fase, o petróleo que será processado será o produzido no próprio estado do Rio Grande do Norte'', destaca o secretário estadual de Energia e Assuntos Internacionais, Jean Paul Prates.

, O Estadao de S.Paulo

10 Dezembro 2009 | 00h00

Essa será a 12ª refinaria da Petrobrás no Brasil. A implantação está dividida em três fases. A primeira, estimada em US$ 215 milhões, será concluída em outubro de 2010 e já a partir de dezembro permitirá o início da produção da gasolina. Nessa etapa, a produção estimada diária é de 21 mil barris. A expectativa da Petrobrás é que na segunda fase a produção chegue a 60 mil barris, a partir de 2012, e a última, a 120 mil barris.

A Clara Camarão será apenas mais um investimento no polo de produção de combustíveis da Petrobrás que já existe no município de Guamaré (a 180 quilômetros de Natal). Lá já são produzidos gás liquefeito de petróleo, diesel e querosene de aviação. O incremento na nova refinaria permitirá além da gasolina, a produção também de nafta petroquímica. A.R.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.