Rodovias terão 1,3 mil policiais durante o feriadão

Pelo menos 1,3 mil policiais rodoviários foram destacados para fiscalizar o trânsito nas rodovias paulistas a partir das 12 horas de quinta-feira, 17, segundo a Secretaria de Logística e Transportes do Estado. Este ano, o feriado da Páscoa, que começa na Sexta-Feira Santa, 18, será mais longo por emendar com o feriado de Tiradentes, na segunda-feira, 21. Os policiais estarão equipados com radares e equipamentos que detectam o uso de álcool pelos motoristas. O movimento será intenso das 12 às 24 horas desta quinta-feira, com pico entre as 18 e 22 horas, e das 5 às 14 horas de sexta, 18, com pico das 6 às 12 horas.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

16 Abril 2014 | 13h45

Como sempre acontece na Semana Santa, o movimento será maior em direção ao interior de São Paulo do que para a Baixada Santista. Enquanto 690 mil veículos deixam a capital para o interior apenas pelo Sistema Castelo Branco - Raposo Tavares, pouco mais de 360 mil veículos devem seguir para o litoral, segundo a concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes. Mesmo assim, está programada a Operação Descida para a Baixada Santista das 12 horas de quinta-feira às 18 horas de sexta-feira, no trecho da serra, entre o km 40 e o km 56.

As obras nas principais rodovias foram suspensas durante o feriadão. Na rodovia Presidente Dutra, haverá um único ponto em obras com limitação de tráfego sobre uma ponte, no km 123, em Caçapava. Na Castelo Branco, as obras de construção de uma faixa adicional entre o km 25, em Barueri, e o 32, em Itapevi, serão paralisadas, mas exigem atenção porque há escavações que ocupam todo o canteiro central. Na Raposo Tavares, que está sendo duplicada entre Capela do Alto e Itapetininga, as obras param no feriadão, mas um trecho de 14 quilômetros tem pontos sem acostamento.

Os motoristas que vão seguir para o sul do Estado ou o Paraná pela rodovia Régis Bittencourt devem atentar para o limite de velocidade de 60 km/h no trecho da Serra do Cafezal, que tem pista simples. A velocidade é fiscalizada por radares. O trecho entre o km 343, em Juquitiba, e o km 363, em Miracatu, está sendo duplicado, mas as obras não interferem no trânsito. Com apoio da Polícia Rodoviária Federal, a concessionária pode instalar faixa reversível no sentido de Curitiba, ocupando uma parte da pista contrária.

Mais conteúdo sobre:
rodovias feriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.