Romênia deve escolher Ponta como presidente

Os romenos devem levar o primeiro-ministro Victor Ponta para a presidência nas eleições que começaram neste domingo, consolidando o poder do partido social-democrata.

REUTERS

02 Novembro 2014 | 11h56

Um ex-promotor público e que se tornou o mais novo primeiro-ministro da União Europeia, há dois anos, Ponta deve vencer a primeira rodada do pleito que conta com 14 candidatos, mas não com uma vantagem suficiente para evitar um segundo turno no dia 16 de em novembro.

A presidência Ponta poderia trazer mais estabilidade para um dos países mais pobres da Europa, que suportou uma recessão dolorosa e cortes durante a desaceleração global e fez progressos misto na implementação de reformas econômicas em acordo de ajuda liderado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Como primeiro-ministro, Ponta enfrentou muitas vezes seu rival, o presidente Traian Basescu.

"Eu quero um presidente que é jovem e capaz. Eu quero que ele não brigue com todo mundo como Basescu está fazendo", disse Elena Popa, 32 anos, um vendedor loja na capital Bucareste.

Mais conteúdo sobre:
MUNDOROMENIAELEICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.