Romney busca vitória em Illinois para ampliar vantagem

O pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos favorito nas pesquisas, Mitt Romney, parecia pronto a ampliar sua vantagem na terça-feira em Illinois, onde as sondagens indicam que mantém uma confortável distância sobre o seu principal rival, Rick Santorum.

SAM YOUNGMAN E SAMUEL P. JACOBS, REUTERS

20 Março 2012 | 15h53

Ex-governador de Massachusetts, Romney espera que uma sólida vitória em Illinois lhe ajude na campanha para chegar à Casa Branca, convença os republicanos a se unirem em torno de seu nome e ponha fim a uma disputa cada vez mais amarga dentro do partido.

Romney tem mais do que o dobro de delegados para a convenção de indicação do que Santorum e a sua campanha argumenta que os rivais não podem mais alcança-lo na corrida para escolher o candidato que disputará com o presidente democrata Barack Obama na eleição de 6 de novembro.

Duas pesquisas em Illinois divulgadas na segunda-feira indicaram uma vantagem de dois dígitos sobre Santorum, que é ex-senador do Estado da Pensilvânia. Uma pesquisa da Public Policy Polling mostrou uma vantagem de Romney sobre Santorum de 15 pontos percentuais. Uma outra feita pelo American Research Group indicou uma diferença de 14 pontos.

Os outros dois candidatos ainda na disputa -o ex-presidente da Câmara dos Deputados dos EUA Newt Gingrich e o deputado libertário Ron Paul- tiveram resultados ruins em ambas as pesquisas.

Santorum, conservador ferrenho que diz que Romney é muito moderado para liderar o partido contra Obama, minimizou o resultado das pesquisas e espera uma reviravolta.

"Prevejo que, se você for capaz de fazer o que eu sei que a maioria acha impossível, que é levar o Estado de Illinois, isso mudará essa eleição como nenhuma outra disputa fez até agora", disse Santorum a jornalistas na segunda-feira.

Santorum e Gingrich, também conservador, esperam evitar que Romney obtenha o apoio da maioria dos delegados quando terminarem as primárias em junho, o que deixaria a escolha da indicação para os delegados mais conservadores do partido, que irão à convenção da nomeação em Tampa, na Flórida, em agosto.

Mais conteúdo sobre:
EUAELEICOES ILLINOIS ROMNEY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.