Romney diz ter pago ao menos 13% em impostos durante 10 anos

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, disse nesta quinta-feira que não pagou menos do que 13 por cento de imposto em nenhum momento nos últimos 10 anos.

GABRIEL DEBENEDETTI, Reuters

16 de agosto de 2012 | 16h59

Os democratas têm criticado Romney por não ter divulgado mais do que dois anos de seu imposto de renda e questionam se o ex-governador de Massachusetts tem algo a esconder. O líder da maioria no Senado, Harry Reid, acusou Romney de não pagar impostos por 10 anos, o que Romney nega.

"Eu olhei os meus impostos e, ao longo dos últimos dez anos, nunca paguei menos do que 13 por cento", disse Romney a jornalistas em Greer, na Carolina do Sul. "Acho que o último ano foi 13,6 ou algo do gênero", acrescentou.

Romney também afirmou que, quando são levadas em conta as doações a entidades beneficentes, a taxa de imposto dele fica acima de 20 por cento. Ex-executivo multimilionário, Romney é um dos homens mais ricos a concorrer à Presidência dos EUA. A fortuna dele é estimada em 250 milhões de dólares.

Em janeiro, Romney divulgou informações financeiras indicando que ele pagou um imposto de 13,9 por cento em 2010, na maior parte por ganhos em investimentos. A taxa mais alta para salários é de 35 por cento, enquanto os ganhos de capital têm uma taxa menor.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICOESROMNEYIMPOSTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.