Joshua Lott/Reuters
Joshua Lott/Reuters

Romney vai bem em debate e retoma o prumo na disputa republicana

Mitt Romney parece estar retomando o favoritismo na disputa para ser o candidato republicano a presidente dos EUA, depois de uma boa atuação no debate de quarta-feira no Arizona e de avançar numa pesquisa em Michigan contra o concorrente conservador Rick Santorum.

STEVE HOLLAND, REUTERS

23 de fevereiro de 2012 | 09h19

Agressivo, Romney colocou Santorum repetidamente na defensiva durante o debate da CNN, na noite de quarta-feira, e atacou o ex-senador por ter votado no Congresso a favor de vultosos gastos públicos.

Ele também conseguiu assumir a liderança por uma estreita margem em uma nova pesquisa em Michigan, que realiza sua eleição primária no dia 28, junto com o Arizona. Há uma semana, Romney chegou a estar mais de 10 pontos percentuais atrás de Santorum em Michigan.

O ritmo da disputa republicana se acelera fortemente no mês que vem, quando 22 Estados realizam suas votações - dez deles no dia 6, a chamada "Super-Terça".

"Esse debate vai realmente dar algum impulso a Romney até a primária de Michigan", disse o estrategista republicano Ron Bonjean. "Santorum claramente estava tendo dificuldade por ter de pedir desculpas e explicar tantos dos seus votos (no Senado)."

Esse foi o primeiro debate em que Santorum estava na berlinda depois de vencer as disputas do dia 7 em Missouri, Minnesota e Colorado, e de assumir a liderança nas pesquisas nacionais.

Mas sua defesa às vezes atrapalhada da sua atuação no Senado, incluindo seu argumento de que a política é um "esporte coletivo", e que às vezes ele precisava votar a favor de projetos que desgostava, pode afetar sua popularidade junto a conservadores cansados dos políticos de sempre.

"Sempre há uma desculpa", disse o pré-candidato Ron Paul após ouvir as várias explicações de Santorum. "Esse é o problema com Washington", afirmou o deputado libertário do Texas, que descreveu como "falso" o conservadorismo fiscal do rival.

Desde o início da campanha, o moderado Romney é visto como o candidato a ser batido, e vários conservadores tentam aglutinar o voto anti-Romney.

Uma vitória em Michigan seria crucial para ele, já que ele nasceu no Estado, onde seu pai foi um popular governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.