Ronaldo não se abala por ficar fora do Mundial

Ronaldo não ficou surpreso por Dunga dizer de maneira mais explícita na terça-feira que não o levará à Copa. Ele já sabia que estava desgastado e não é de hoje. No dia seguinte à entrevista do técnico da seleção, comentou o veto com amigos. "A ordem vem de lá de cima."" Alusão a Ricardo Teixeira, presidente da CBF. Teixeira não admite nem sob pressão não querer mais Ronaldo na seleção, consequência dos desatinos de 2006. Publicamente, diz que adora o "Fofão"" e que, em forma, ele é o melhor atacante do mundo. Recentemente, porém, fez questão de dizer que jogador acima do peso não tem mais vez. Recado para Ronaldo. O atacante gostaria de ir à África, mas sabe que só há um jeito de anular o veto: ter desempenho excepcional daqui até a Copa. Do contrário, vai encarar a não convocação com naturalidade. A única coisa que o irrita é ser pintado como o maior culpado pelo fracasso na Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.