Roraima acusa índios de bloquear rios e vai ao STF

O governo do Estado de Roraima entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de liminar, contra a comunidade indígena waimiri-atroari, que vive na divisa com o Amazonas. Os índios, segundo a Agência Brasil, são acusados de impedir o livre trânsito de pessoas nos rios Jauaperi e Macucuaú, o que fere o direito de todos os cidadãos de ir e vir. O governo pediu a liminar por considerar que há risco de conflito entre índios e a população ribeirinha. O motivo é que os rios são a única forma de transporte para a população não-índia chegar à área de extração de castanha, atividade de subsistência na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.