RS reduz previsão de safra 2011/12 de soja a 7,1 mi t

O Rio Grande do Sul voltou a reduzir nesta quarta-feira sua previsão de safra de soja, por conta da seca que atingiu o Estado na temporada 2011/12, de acordo com levantamento divulgado pela Emater, órgão de assistência técnica do governo gaúcho.

REUTERS

07 Março 2012 | 13h02

Com as colheitas em andamento, a estimativa da safra de soja 2011/12 passou para 7,1 milhões de toneladas, ante 8 milhões na previsão divulgada ao final de janeiro. A produtividade média foi vista agora em 1.738 kg por hectare.

Não fosse a seca de janeiro, o Estado (terceiro produtor de soja do Brasil) poderia ter colhido 10,3 milhões de toneladas. Em fevereiro, as condições metereológicas foram um pouco melhores, acrescentou a instituição.

No ano passado, o Rio Grande do Sul colheu um recorde de 11,7 milhões de toneladas, segundo o órgão do governo gaúcho. A redução da produção 2011/12 é, até agora, de 39 por cento em relação ao ano anterior.

Já a produção de milho foi projetada em 3,05 milhões de toneladas, ante 3 milhões previstas ao final de janeiro, de acordo com a Emater, que inicialmente estimou a safra em 5,3 milhões de toneladas.

Ante a temporada anterior, que registrou uma colheita de 5,78 milhões de toneladas, houve recuo de 47,27 por cento até a momento. A produtividade média foi vista em 2.638 kg por hectare, disse o Emater.

O levantamento sobre a situação das culturas foi feito entre os dias 20 e 24 de fevereiro.

(Por Roberto Samora e Patrícia Monteiro)

Mais conteúdo sobre:
COMMODS SOJA RS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.