Rússia expulsa 4 diplomatas britânicos do país

A Rússia afirmou na quinta-feira queexpulsará quatro diplomatas britânicos de Moscou, em retaliaçãoà decisão da Grã-Bretanha de expulsar quatro diplomatasrussos. Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores tambémdisse que Moscou vai interromper a emissão de vistos paraautoridades britânicas e que as recentes declarações do governoda Grã-Bretanha tornaram impossível a cooperação com Londres naguerra contra o terrorismo. Na segunda-feira, a Grã-Bretanha anunciou a expulsão e aparalisação de uma cooperação para facilitar regras de vistosem resposta à recusa da Rússia em extraditar o principalsuspeito pelo assassinato do ex-agente russo AlexanderLitvinenko em Londres, no ano passado. Litvinenko, que se tornou crítico ferrenho do presidenteVladimir Putin, morreu após ser envenenado com uma substânciaradioativa. Promotores britânicos acusaram o empresário russo AndreiLugovoy -- também ex-oficial de inteligeência -- de envenenarLitvinenko e exigem sua extradição para enfrentar a Justiçabritânica. A Rússia recusa-se a fazer isso, dizendo que há umaproibição constitucional para a extradição de seus próprioscidadãos. (Reportagem de Dmitry Solovyov)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.