Rússia pode adiar lançamento de nave à ISS

O lançamento da nave tripulada Soyuz TMA-9,rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), previsto para 14 desetembro, pode ser adiado, informou o Centro de Controle de VôosEspaciais (CCVE) da Rússia."Se a missão da nave Atlantis à ISS se prolongar até setembro,então alteraremos a data do lançamento da Soyuz TMA-9", disse umporta-voz do CCVE à agência Interfax. Segundo a Nasa, a missão do ônibus espacial Atlantis deve ser realizada noperíodo compreendido entre 28 de agosto e 7 de setembro.O porta-voz russo explicou que a missão do Atlantis à ISS durarápelo menos onze dias, e somente depois de sua conclusão a SoyuzTMA-9 poderá ser lançada. A nave levará ao espaço dois cosmonautas eum turista.Os cosmonautas são o russo Mikhail Tiurin e o americano de origemhispânica Michael López-Alegría, integrantes da 14º tripulação(ISS-14). O turista é o milionário japonês Daisuke Enomoto.Tiurin, López-Alegría e Enomoto serão recebidos na estaçãoespacial pela ISS-13, integrada pelo russo Pavel Vinogradov, oamericano Jeffrey Williams e o alemão Thomas Reiter, astronauta daAgência Espacial Européia.Vinogradov e Williams estão na ISS desde abril, enquanto Reitercompleta nesta quarta-feira 20 dias a bordo da estação, após suachegada com a nave Discovery.De acordo com o programa previsto, o turista japonês permanecerána ISS oito dias e depois voltará à Terra junto a Vinogradov eWilliams, a bordo da nave Soyuz TMA-8, atualmente enganchada àplataforma orbital.Reiter permanecerá na ISS por pelo menos mais cinco meses, nosquais desenvolverá um extenso programa de experimentos científicosencomendados por centros de pesquisa europeus, e fará uma caminhadaespacial em companhia de López-Alegría.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.