Rússia pode proibir importação de carros usados e outros bens de consumo em resposta a sanções

A resposta russa às sanções ocidentais pode incluir restrições a importações de carros usados e alguns outros bens de consumo, mas Moscou espera que o bom senso prevaleça no Ocidente, disse um representante do Kremlin, segundo a agência de notícias estatal russa RIA.

REUTERS

11 Setembro 2014 | 09h59

"Isso (a resposta) inclui (restrições a) carros importados, principalmente carros usados, e alguns tipos de bens de indústria leve", disse o assessor econômico do Kremlin, Andrei Belusov, segundo a agência.

"Mas espero que o bom senso prevaleça e não tenhamos que introduzir essas medidas", acrescentou.

Líderes europeus concordaram nesta quinta-feira em levar adiante um pacote de sanções contra a Rússia devido à política de Moscou em relação à Ucrânia.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIAEUROPASANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.