Russo é condenado por prometer ressuscitar crianças

Grigory Grabovoi foi declarado culpado por ganhar dinheiro de maneira fraudulenta

AP

07 Julho 2008 | 18h09

Meios de comunicação russos estão relatando que a Corte de Moscou condenou um homem por fraude, depois que ele supostamente disse que poderia ressuscitar crianças mortas no massacre da escola de Beslan, em 2004.  Reportagens locais dizem que Grigory Grabovoi foi declarado culpado por ganhar dinheiro de maneira fraudulenta.  Grabovoi supostamente cobrava dos parentes em luto cerca de 40 mil rublos (R$ 2.721) pela promessa de ressurreição. Ele foi preso depois que a polícia recebeu reclamações, incluindo de parentes das crianças mortas no massacre. O canal de TV estatal Russia Today diz que os advogados de defesa argumentaram que a ressurreição prometida era espiritual e não física.

Mais conteúdo sobre:
sociedaderússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.