Sabesp garante água no litoral norte de SP no carnaval

O presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Gesner Oliveira, anunciou hoje, no litoral norte de São Paulo, medidas emergenciais para impedir que a falta de água atormente as férias de verão de turistas e moradores. Na festa do ano-novo na região, pelo menos 10 mil pessoas sofreram com as interrupções no abastecimento nas quatro cidades - São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba e Ilhabela. "Toda a Sabesp está atenta para os problemas do litoral paulista", disse. Oliveira reuniu-se com o prefeito de São Sebastião, Juan Garcia (PPS). No município, as dificuldade foram maiores. Pelo menos 5 mil moradores dos bairros Topolândia e Olaria ficaram sem água com o excesso de visitantes.No total 1,420 milhão de turistas visitaram as quatro cidades durante o feriado da virada de ano. "Desenhamos um reforço no nosso plano de ação, sobretudo com o bombeamento de água." Em São Sebastião, o sistema de bombeamento que leva água para bairros mais altos foi reforçado. "Anéis de reforço com várias bombas foram instalados nas regiões mais altas, o que deve garantir o bombeamento, mesmo em dias de maior concentração de turistas", afirmou o presidente da Sabesp. Segundo ele, nesta obra, foi gasto cerca de R$1,5 milhão. "É pouco diante dos R$ 119 milhões que a Sabesp pretende investir nessa região neste e nos próximos anos."Outra medida que será tomada é o reforço das equipes de atendimento. "Chamamos reforço de unidades de São Paulo e de outras partes do Estado." Mecânicos, técnicos, atendentes e mais caminhões-pipa atuarão durante a alta temporada. Oliveira afirmou que no carnaval não faltará água nem para a população, nem para os turistas. "Estamos trabalhando para isso e contamos também com a colaboração de todos." Para isso, dentro das sacolas de pano que o governo de São Paulo distribui nas praias, irá também um panfleto com explicações sobre como e porque economizar água. "Vamos fazer crescer a oferta de água, mas temos de contar com o consumo consciente, que é de até 200 litros de água por dia, por pessoa." As ações que devem ser evitadas, segundo Oliveira, são lavagem de calçada, carros e cachorros. A Sabesp planeja para este ano o início de obras como a duplicação da adutora que leva água de Caraguatatuba para São Sebastião e a ampliação da Estação de Tratamento de Água do Porto Novo, em Caraguatatuba, elevando de 500 para mil litros por segundo de água. As obras estão previstas para ficar prontas em 2010. "Em abril, teremos um call center para o interior e litoral, o que vai permitir um atendimento mais rápido."

SIMONE MENOCCHI, Agencia Estado

08 de janeiro de 2008 | 19h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.