Sabesp lançará campanha para evitar falta de água no litoral

Conscientização para uso racional quer reduzir para 150 litros diários o consumo da população per capita

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2008 | 14h00

A Sabesp lança na próxima quinta-feira, em São Paulo, uma grande campanha para conscientizar a população do uso racional da água com o objetivo de evitar o desabastecimento no litoral paulista durante o verão. "Nós fizemos um planejamento muito minucioso e estamos adotando as últimas medidas para colocar o nosso projeto verão em prática", disse hoje o presidente da estatal Gesner Oliveira.   Em jornada de trabalho na Baixada Santista nesta terça-feira, 9, o presidente se reuniu com funcionários e colaboradores na Superintendência Regional de Santos durante a manhã e participou de duas palestras, uma em Santos e outra na Praia Grande direcionada aos representantes dos condomínios e administradoras prediais.   "Esse contato com entidade parceiras, como o Sicon (Sindicato dos Condomínios Prediais do Litoral Paulista) podem nos ajudar a transmitir as maneiras de economizar água", disse Oliveira. Apenas na Baixada Santista, serão distribuídas cerca de um milhão de cartilhas educativas nos pedágios, rodoviárias, áreas públicas, prefeituras e áreas de informação turística.   O objetivo da campanha é fazer com que a população reduza o consumo diário de água para 150 litros, quantidade 25% inferior a da estimativa do consumo durante o verão passado, que foi de 200 litros per capita. "Estamos trabalhando com a recomendação de 150 litros por pessoas por dia, o que dá tranqüilamente pra todas as necessidades. A ONU recomenda 110 litros por dia", explica o presidente, que não antecipou os detalhes da campanha e tampouco sobre as obras de infra-estruturas executadas durante o ano.   Oliveira afirmou apenas que já houve um avanço com as obras financiadas pelos investimentos de R$ 370 milhões para a Baixada Santista e R$ 119 milhões para o litoral norte, anunciados em janeiro em um plano de ação que ampliaria a produção e eficiência e o armazenamento de água nos próximos três anos. "Nós tivemos um ganho expressivo aqui na oferta. Nós estamos muito melhor preparados para a temporada 2008-2009 do que estávamos pra temporada 2007-2008".

Mais conteúdo sobre:
Sabesp água litoral Verão 2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.