Sabesp: nível do Cantareira cai para 9,7% da capacidade

O nível do sistema Cantareira caiu nesta quinta-feira, 11, para 9,7% de sua capacidade, porcentual que já inclui o volume morto, também conhecido como reserva técnica. O número representa queda de 0,1 ponto porcentual ante o dia anterior. Na quarta-feira, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o índice ficou abaixo do patamar de 10% pela primeira vez desde que foi iniciada a utilização da reserva técnica em 16 de maio.

DAYANNE SOUSA, Estadão Conteúdo

11 Setembro 2014 | 17h36

Para efeito de comparação da situação crítica do Cantareira, principal sistema de abastecimento da Grande São Paulo, há exatamente um ano, o volume de água armazenado nos mananciais correspondia a 45% de sua capacidade total, isso sem levar em conta o volume morto.

Os sistemas Alto Tietê e Guarapiranga, utilizados desde o início do ano no remanejamento de áreas antes abastecidas pelo Cantareira, também vêm apresentando queda. O Alto Tietê está com um volume de 14,3% sua capacidade ante 56,6% no ano anterior. O Guarapiranga está com 55,9% frente a 80,6% há um ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.