Sabesp recebe R$ 2,4 bi do PAC para saneamento

O Governo do Estado de São Paulo obteve R$ 2,4 bilhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para obras de saneamento que serão executadas pela Sabesp. A concessionária vai aportar uma contrapartida de R$ 300 milhões, totalizando um investimento total de R$ 2,7 bilhões. De acordo com nota divulgada há pouco pela Sabesp, o acordo foi fechado na quarta-feira.

CIRCE BONATELLI, Agência Estado

08 de março de 2013 | 12h13

O valor será aplicado em 21 obras. Parte delas será voltada para ampliar o fornecimento de água tratada na capital paulista e na região metropolitana, onde o abastecimento tem demanda de 17 milhões de pessoas. Haverá também ampliações no fornecimento de água para 370 mil moradores de Itanhaém, Hortolândia e Paulínia, no litoral e interior do Estado.

Entre os investimentos em esgoto estão novas estações de tratamento, tubulações e estações de bombeamento em Barueri, Embu das Artes, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Paulínia, Praia Grande, São Paulo e São Vicente.

O investimento de R$ 2,7 bilhões garantido nesta semana faz parte das ações da Sabesp para garantir a universalização do saneamento nas 363 cidades em que opera até o final da década. Atualmente, apenas 151 municípios (42%) contam com água tratada, coleta e tratamento de esgoto.

Tudo o que sabemos sobre:
SabespSão Paulosaneamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.