Safra bem armazenada

Limpeza e secagem corretas dos grãos evitam perdas de qualidade e quantidade, sem prejuízo ao produtor

Fernanda Yoneya, O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2009 | 02h31

. Investir na armazenagem correta de grãos evita muitos prejuízos. A armazenagem é uma etapa crucial do pós-colheita e se for feita de forma incorreta pode causar perdas quantitativas e qualitativas, diz o diretor da consultoria Agrocult, Adriano Mallet, cujo foco de trabalho é operação e manutenção de equipamentos para armazenagem e conservação de grãos. "Essas perdas decorrem, sobretudo, da limpeza e secagem mal feitas."A limpeza, explica, deve retirar dos grãos palha, galhos e caules. No silo, essas impurezas "respiram" e geram calor, aquecendo o grão e fazendo-o perder peso. "A máquina de limpeza é um filtro e a dica é usar peneira adequada ao tamanho do grão e regular o equipamento para que o grão entre na posição vertical e se distribua, de forma homogênea, na peneira. Depois, na manutenção, retira-se a palha acumulada no filtro."Outra origem de perdas, conforme Mallet, é a secagem inadequada, feita em temperatura acima da indicada. A prática acelera o processo, mas enruga a casca e provoca fissuras no grão que servem de entrada para fungos. A secagem deve ser contínua, com temperatura e umidade uniformes, ensina. "E, para isso, deve-se ter gente qualificada, para monitorar, constantemente, fonte geradora de calor e fornalha."Limpeza   Retirar restos de grãos do silo evita pombos e roedores. Contra ratos, a dica é fechar qualquer acesso; no caso de pombos, deve-se telar janelas e eliminar focos de alimento, varrendo toda a área. var keywords = "";

Mais conteúdo sobre:
safraarmazenamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.