Safra de soja do Brasil pode atingir recorde de 71 milhões de toneladas

Boas condições climáticas significam que a safra de soja do Brasil deste ano poderá aumentar para um novo recorde de 71 milhões de toneladas, afirmou nesta terça-feira a consultoria Oil World, com sede em Hamburgo.

REUTERS

15 de fevereiro de 2011 | 17h12

A previsão é 1 milhão de toneladas superior à anterior da consultoria, divulgada em 8 de fevereiro. Também supera a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de 70,1 milhões de toneladas.

"A safra brasileira de soja está em excelente condição em quase todos os lugares, e o início da colheita aponta grandes produtividades", disse a Oil World.

Após preocupações iniciais quanto à seca, em meio ao fenômeno climático La Niña, as condições da safra melhoraram visivelmente, afirmou.

A Oil World estimou que produtores brasileiros expandiram a área plantada de soja para 24,2 milhões de hectares, ante 23,5 milhões no ano passado.

Esperando uma produção maior, a Oil World também elevou o potencial de exportação do Brasil, o segundo produtor e exportador mundial da oleaginosa.

"A oferta de soja para exportação (no Brasil) pode atingir o recorde 32-33 milhões de toneladas este ano, contra 29,1 milhões de toneladas do ano passado, e trará um alívio necessário ao aperto global da oferta de soja", disse.

A consultoria também notou que a Argentina recebeu chuvas favoráveis, mas não forneceu uma nova previsão para o país vizinho.

(Reportagem de Michael Hogan)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSOJARECORDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.