Safras reduz projeção para colheita 14/15 de milho do Brasil a 75,5 mi t

A produção de milho no Brasil na temporada 2014/15, que está na fase inicial, deverá alcançar 75,48 milhões de toneladas, queda de 2,8 por cento ante a estimativa anterior e de 2,2 por cento sobre a temporada 2013/14, disse nesta sexta-feira a consultoria Safras & Mercado.

REUTERS

28 Novembro 2014 | 15h26

A redução, ante a previsão anterior, foi distribuída entre as colheitas de verão e de inverno.

A safra de verão da região centro-sul (excluindo, portanto, a produção do Nordeste) deverá atingir 26,94 milhões de toneladas, ante 27,88 milhões da previsão feita em agosto.

A redução na comparação com a temporada passada deve-se principalmente a uma queda de 6,2 por cento na área total plantada, já que a produtividade média deve subir ligeiramente nesta safra.

"Já havia uma previsão inicial de queda de área na safra de verão e isso aumentou. Isso se deve aos preços baixos, custos altos, a situação conjuntural", disse o analista Paulo Molinari, da Safras.

A segunda safra, também na região centro-sul, foi projetada em 43,43 milhões de toneladas, ante 44,43 milhões de toneladas da estimativa anterior.

Produtores do Centro-Oeste relataram nas últimas semanas fortes preocupações com a safra de milho que vai ser plantada no início de 2015, logo depois da colheita da soja.

O plantio da oleaginosa acabou atrasando em algumas semanas, devido à prolongada seca de outubro, adiando também a previsão de colheita. Desta forma, muitos temem perder a janela ideal de clima para o plantio do milho.

(Por Gustavo Bonato)

Mais conteúdo sobre:
COMMODS MILHO SAFRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.