Sai decreto que desativa antiga Febem Tatuapé, em SP

Foi publicado hoje no Diário Oficial do Estado de São Paulo o decreto do governador José Serra que determina a desativação do Complexo do Tatuapé, da Fundação CASA-SP (nova denominação da Febem). O anúncio da desativação foi feito ontem pelo governador, que declarou também a intenção de o governo transformar parte do complexo, localizado na Chácara Belém, em uma Escola Técnica (Etec) com mais de 2,8 mil vagas. Com 255 mil metros quadrados, o terreno abrigará ainda uma área de lazer e uma segunda unidade de ensino.Segundo informações do governo do Estado, o complexo foi criado no início da década de 1900 para receber jovens abandonados ou que tivessem cometido pequenos delitos. Os documentos da época apontam que o primeiro adolescente chegou ao local no dia 23 de fevereiro de 1902. "Durante mais de um século, o local foi utilizado para o atendimento de crianças e adolescentes em situação de risco social. Mais tarde, a partir das décadas de 60 e 70, passou a receber menores em conflito com a lei", conforme o comunicado. Ao longo dos anos, recebeu os mais diferentes nomes: Funabem, Pró-Menor, Febem e Fundação CASA, nome atual do órgão responsável por esse trabalho. Os últimos 37 adolescentes do Complexo do Tatuapé deixaram o local há uma semana, em, direção a centros menores, espalhados pelo Estado. Entre 2003 e 2006, os internos promoveram 36 rebeliões no Tatuapé.

EQUIPE AE, Agencia Estado

17 de outubro de 2007 | 12h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.