} Salvar a biodiversidade custará US$ 300 bi por ano

Para salvar a biodiversidade no planeta seriam necessários US$ 300 bilhões por ano. A conta, válida para os próximos oito anos, é do chefe da Convenção de Diversidade Biológica da ONU, o brasileiro Bráulio Dias. Segundo ele, o fracasso na conservação de espécies de fauna e flora ao redor do mundo pode custar ainda mais, com consequências como fome, doenças e pobreza.

O Estado de S.Paulo

08 Março 2012 | 03h05

Um estudo feito com apoio da ONU calcula o custo da falta de atitudes de conservação da biodiversidade entre US$ 2 trilhões e US$ 4,5 trilhões por ano.

"A biodiversidade é a base de tudo o que fazemos em agricultura e saúde", diz Dias. "O desenvolvimento de novas vacinas e de culturas variadas de plantas que nos alimentam têm por base a biodiversidade e os recursos genéticos. Se perdemos biodiversidade, perdemos as opções de desenvolvimento futuro nessas áreas."

O valor de US$ 300 bilhões por ano, que inclui manejo sustentável da agricultura, florestas, água e ecossistemas costeiros marinhos, é dez vezes maior que a quantia que governos, ONGs e empresas gastam hoje com a proteção da biodiversidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.