Samsung pede que tribunal dos EUA permita venda de celular Galaxy

A Samsung fez um apelo para que um tribunal de recursos norte-americano sustente sua rejeição de uma solicitação da Apple pela proibição de vendas do smartphone Galaxy Nexus, enquanto a Apple desafia sua patente, de acordo com um documento registrado no fim da semana passada.

ERIN GEIGER SMITH, Reuters

14 de janeiro de 2013 | 18h45

Em outubro, um comitê de três juízes bloqueou o pedido da Apple pela proibição prévia das vendas. A Apple solicitou a todos os nove juízes do Circuito Federal que reconsiderem a decisão, um processo conhecido como uma revisão "en banc".

A determinação de outubro pelo tribunal de Washington elevou o patamar para injunções possivelmente prejudiciais ao mercado, relativas a vendas de produtos baseadas em patentes para características de celulares.

O precedente legal coloca a Samsung em uma posição muito mais forte, ao permitir que seus produtos permaneçam nas prateleiras enquanto ela disputa uma batalha global de patentes contra a Apple sobre tecnologia de smartphones.

Vários especialistas legais acreditam que a Apple tem poucas chances de persuadir o tribunal de recursos a revisitar sua decisão.

Os smartphones e tablets Galaxy, que têm registrado ótimas vendas, operam com o sistema Android, desenvolvido pelo Google, então o litígio da Apple contra a Samsung tem sido visto como representativo da disputa da Apple com o Google.

A decisão do tribunal de recursos envolve tecnologia a de busca que, segundo a Apple, tem um papel crítico no sucesso comercial do iPhone.

Mais conteúdo sobre:
TECHSAMSUNGAPPLE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.