Samu de Ferraz tem novo coordenador após fraude

Após o escândalo do uso de dedos de silicone para fraudar o sistema de ponto eletrônico, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) de Ferraz de Vasconcelos tem um novo coordenador interino, o médico Ronaldo Patu Ferreira. O coordenador definitivo será escolhido oficialmente nas próximas duas semanas, informou a assessoria de imprensa da Prefeitura.

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 19h09

Patu assume o lugar que era de Jorge Luiz Cury, acusado de participar no suposto esquema de fraude de cartão de ponto e afastado das suas funções na segunda-feira (11), após uma médica ser flagrada no domingo com seis dedos de silicone e os cartões de presença de médicos. Além do coordenador, foram afastados outros quatro médicos do sistema. Com isso, restaram cinco médicos, cinco enfermeiros e aproximadamente 15 auxiliares de enfermagem no Samu de Ferraz de Vasconcelos.

"Vamos trabalhar para reestruturar o serviço, reorganizá-lo. Estou à disposição para coordená-lo neste primeiro momento, até que um novo coordenador seja escolhido. Para esta semana, já conseguimos organizar as escalas e os plantões para que tenhamos médicos e que toda ocorrência seja atendida devidamente", afirmou Patu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.