Santa Maria tem protesto com 242 pessoas deitadas na rua

Em manifestação que começou por volta das 17h30 frente à Catedral Metropolitana da Av. Rio Branco, e reuniu cerca de 700 pessoas. No momento mais esperado do protesto, 242 pessoas deitaram-se no asfalto do Viaduto Evandro Behr, uma das principais vias da cidade. Logo após os manifestantes soltarem balões de gás hélio brancos.

Agência Estado

28 de junho de 2013 | 12h26

De acordo com a Brigada Militar cerca de 400 pessoas acompanharam caminhada de aproximadamente 3 km em direção à Basílica da Medianeira. A frente do grupo, um carro de som que tocava músicas religiosas. Aderbhal Ferreira, presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia em Santa Maria, utilizando microfone, justificava o ato a população que aplaudia e buzinava ao ver o grupo.

Na Basílica, pais, familiares e sobreviventes que quisessem se manifestar eram convidados a ir a frente lembrar os seus. O desejo de justiça era sempre colocado por todos. Após, houve um ato ecumênico, coordenado por representantes da igreja católica, anglicana e luterana.

Tudo o que sabemos sobre:
Santa MariaKissprotestotragédia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.