Santander Brasil venderá US$ 100 mi em bônus, diz Fitch

A unidade brasileira do Banco Santander planeja vender cerca de 100 milhões de dólares em bônus lastreados em remessas de valores em folha de pagamento, exportações e fluxos de capital, informou a Fitch, indicando que a demanda por instrumentos financeiros estruturados está ganhando força num momento de diminuição na aversão ao risco.

REUTERS

20 Agosto 2009 | 21h32

A emissão em duas séries vai reagrupar direitos de pagamentos denominados em dólares e euros já existentes em títulos originados pelo Banco Santander Brasil, disse a Fitch em comunicado na quinta-feira. Outros detalhes não foram revelados.

Segundo a Fitch, o Santander processou o equivalente a cerca de 10,5 bilhões de dólares em remessas denominadas em euros e dólares para o ano até junho de 2009. O volume anual de remessas manejado pelo banco totalizou 22,1 bilhões de dólares em 2008 e 16,3 bilhões de dólares em 2007.

Um porta-voz do Santander Brasil não pôde comentar imediatamente o comunicado da Fitch.

A operação ressalta o crescente apetite pela finança estruturada num momento em que os custos de empréstimos em economias desenvolvidas está próximo de baixas recordes e de crescente otimismo com a recuperação econômica global.

A Fitch dá rating A para a emissão.

(Reportagem de Guillermo Parra-Bernal)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.