Santuário Nacional recebe mais de 150 mil fiéis

Mais de 150 mil fiéis passam pelo Santuário Nacional neste 12 de outubro. Muitos romeiros chegaram à Festa da Padroeira com caminhada pelas margens da Rodovia Presidente Dutra. A celebração é uma das maiores manifestações católicas do mundo. A missa solene, realizada em novo horário, teve a participação do governador Geraldo Alckmin, além de políticos da região do Vale do Paraíba.

GERSON MONTEIRO, ESPECIAL PARA A AGÊNCIA ESTADO, Agência Estado

12 Outubro 2013 | 13h45

Em sua mensagem aos peregrinos, o arcebispo de Aparecida, cardeal d. Raymundo Damasceno, ressaltou a mensagem feita pelo Papa Francisco em julho em sua visita ao templo religioso: não perder a esperança, acreditar na presença de Cristo e viver na alegria. "Devemos estar atentos às necessidades e sofrimentos dos nossos irmãos e colaborar na construção de um Brasil sem denominação, democrático, fraterno, solidário, com dignidade para todos", disse em seu sermão.

Diferente de outros anos, quando os fiéis chegaram à cidade em excursões ou de carro, desta vez muitos fizeram o percurso a pé pelas margens da Via Dutra. Um dos locais de maior concentração de romeiros é a Capela das Velas, que recebe pessoas fazendo pedidos, agradecendo graças alcançadas e até mesmo celebrando a vontade do filho recém-falecido, como é o caso do frentista José Carlos Correia e sua família, vindos de Pitanga, no Paraná. "Perdemos o nosso filho há quatro meses e viemos aqui realizar a vontade que era a de estar aqui com a gente neste 12 de outubro", comentou o frentista acompanhado da família e outras vinte pessoas, todas com a foto de seu filho estampada no peito e a palavra "saudades".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.