São Paulo bate novo recorde de congestionamento, com 266 km

Caminhão tombado por quase 9 horas na Marginal do Tietê colabou com engarrafamento, que chega a 23,1 km

Elvis Pereira e Ítalo Reis, estadao.com.br

09 de maio de 2008 | 17h56

São Paulo bateu um novo recorde de congestionamento na noite desta sexta-feira, 9, com 266 quilômetros de lentidão, às 19h30. Um caminhão que interditou a Marginal do Tietê por quase nove horas colaborou para novo índice, que representa 31,9% dos 835 quilômetros de vias monitoradas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O índice que era considerado recorde até esta sexta aconteceu no dia 3 de abril, quando foram registrados 229 quilômetros. A média de lentidão nesse horário às sextas-feiras, nos últimos 12 meses, é de 202 km.   Veja também: Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua    A carga do caminhão tombado se espalhou, às 10h15, no acesso à Rodovia Presidente Dutra, bloqueando o acesso do motorista até as 18 horas, quando a terminou a limpeza da via.   Por conta disso, às 19 horas, a pista expressa da Marginal do Tietê tinha 23,1 quilômetros de lentidão, sentido Lapa-Penha, entre o Viaduto Imigrante Nordestino e a Rodovia Castelo Branco. Na pista local, a lentidão era de 15,3 quilômetros, entre a Castelo e a Ponte da Vila Guilherme.   No sentido Castelo Branco da Marginal do Pinheiros havia 9,3 quilômetros de congestionamento, entre a rodovia e a Ponte Cidade Jardim. No sentido contrário, em direção a Interlagos, a morosidade era de 7,2 quilômetros.   Outro acidente complicava o trânsito no Corredor Norte-Sul, que tinha 7,2 quilômetros de lentidão, sentido Aeroporto de Congonhas. Uma colisão entre um carro e uma moto atrapalhou o transito na altura do número 600 da Avenida Moreira Guimarães. O congestionamento ocupava o trecho entre a Praça da bandeira e o Viaduto Indianópolis.   Texto atualizado às 22h45

Tudo o que sabemos sobre:
acidentetrânsitocongestinamentoCET

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.