São Paulo registra 59 focos de incêndio em 15 horas

A cidade de São Paulo registrou ontem 59 incêndios em 15 horas. O tempo seco, segundo o Corpo de Bombeiros, ajuda o fogo a se alastrar. Duas favelas na zona sul - na Rua João de Lery, no Parque Jabaquara, e na Avenida Jornalista Roberto Marinho, Brooklin, foram castigadas. À tarde, o fogo prejudicou o tráfego na Marginal do Tietê, perto da alça de acesso à Rodovia Anhanguera.

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2010 | 09h47

O incêndio na Marginal, o mais grave registrado no dia, começou às 18 horas e assustou moradores de bairros vizinhos, como City América e Parque São Domingos, zona oeste. Muitos deixaram suas casas. Segundo o Corpo de Bombeiros, o terreno tem cerca de 400 mil metros quadrados, e ao menos 50 mil foram atingidos pelo fogo. Às 23 horas, o incêndio foi extinto.

Mais cedo, às 16 horas, um incêndio atingiu a Favela da Rocinha, na altura do número 5.685 da Avenida Jornalista Roberto Marinho, zona sul. De manhã, outro incêndio queimou parte da Favela Alba, no Parque do Jabaquara. Não houve vítimas.

Até 10 de agosto, o Corpo de Bombeiros de São Paulo atendeu 22.680 casos de incêndio em vegetação no Estado. O número de ocorrências já está acima das 22.075 registradas em todo o ano de 2009. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
ambienteincêndioseca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.