São Paulo tem recorde de lentidão nesta manhã

São Paulo registrou nesta quarta-feira, 25, o maior índice de lentidão do ano para o período da manhã. O congestionamento nas ruas da cidade ultrapassou os 150 km já por volta das 12h. De acordo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o recorde anterior, de 148 km de lentidão, foi registrado no dia 13 de junho, quando houve greve da CPTM.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 13h05

O índice é muito superior à média mais alta para o dia. Enquanto às 12h de uma quarta-feira, o porcentual de lentidão costuma variar entre 3,5% e 7,5%, hoje o índice ultrapassou os 18%. As Marginais do rio Tietê têm a pior situação, com 10 km de congestionamento no sentido Ayrton Senna e mais de 59 km no sentido Castelo Branco, já no início desta tarde.

A chuva que atingiu a capital durante a manhã foi a principal responsável pelos transtornos no trânsito. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a cidade tem 12 pontos de alagamento transitáveis nesta quarta-feira. Pela manhã, 15 semáforos estavam apagados e outros 15 funcionavam no amarelo piscante, de acordo com a CET.

O mau tempo também provocou a queda de quatro árvores na cidade. Uma delas provoca o fechamento da Avenida Nove desde às 7h. Apenas a faixa exclusiva para ônibus já foi liberada. Segundo a CET, outras 11 vias sofrem reflexos no trânsito por causa do incidente.

A previsão do CGE é de que o tempo siga instável nesta quinta-feira, 27, com muita nebulosidade e chuvas ao longo do dia. O centro mantém o alerta para o potencial de alagamentos e deslizamentos de terra da capital paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitoSão Paulochuva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.