São Paulo terá duas novas estações de metrô amanhã

As estações Luz e República, da Linha 4-Amarela do Metrô, serão inauguradas amanhã. Representantes do governo e convidados se reunirão às 9h30 em frente ao acesso da nova estação Luz na rua Brigadeiro Tobias e seguirão a pé em direção ao acesso da avenida Cásper Líbero.

MARCELA BOURROUL GONSALVES, Agência Estado

14 de setembro de 2011 | 15h52

As novas estações entrarão em operação comercial logo após a inauguração pelo governador Geraldo Alckmin e funcionarão das 10h às 15h, de segunda a sábado, inclusive feriados. O Metrô estima que cerca de 100 mil passageiros acessem diariamente a estação República, além de 132 mil passageiros na estação Luz.

O Metrô prevê ainda uma redução de movimento nas estações Paraíso, Sé, Luz (da Linha 1) e no trecho Paraíso-Luz, o mais carregado da Linha 1-Azul. Também há a perspectiva de redução de movimento na estação Brás, em razão da integração com as linhas da CPTM em Luz.

Próxima etapa

Agora, deverá ser concluída a 2ª fase de implantação da Linha 4-Amarela, com a construção de 1 km de túnel até a futura estação Vila Sônia, na zona oeste, além de complemento de acessos, acabamento das obras civis e instalação de sistemas operacionais nas estações São Paulo-Morumbi, Fradique Coutinho, Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie. O percurso entre Luz e Vila Sônia terá 12,8 km de extensão e 11 estações. A previsão é que as obras restantes sejam finalizadas em 2014. A partir de 2012, a Linha 4-Amarela já deve transportar cerca de 700 mil pessoas por dia.

Tudo o que sabemos sobre:
metrôSPestações Luz e República

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.