Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sarney deixa comando de plenário do Senado após queda de esposa

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), entregou nesta quarta-feira à noite o comando da sessão que vota o projeto de lei de reajuste do salário mínimo à primeira vice-presidente da Casa, Marta Suplicy (PT-SP), informou a assessoria do senador.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 20h37

Sarney deixou o plenário para acompanhar sua mulher, Marly Sarney, que sofreu uma queda em casa e teve que ser levada ao Hospital Sarah Kubitschek com suspeita de fratura no nariz.

Segundo a assessoria de Sarney, ele não deve retornar ao Senado.

Os senadores votam projeto do governo que reajusta o salário mínimo para 545 reais este ano, aprovado por ampla maioria na Câmara na semana passada.

(Por Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICASARNEYSAISENADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.