Sauditas reabilitam extremistas com debates e 'centros de lazer'

Em um pequeno complexo penitenciário nas redondezas de Riad, o governo da Arábia Saudita está explorando novas formas de combater o extremismo religioso.

Da BBC Brasil, BBC

11 Julho 2008 | 10h36

Em um pequeno complexo penitenciário nas redondezas de Riad, o governo da Arábia Saudita está explorando novas formas de combater o extremismo religioso.Através de um novo programa de reabilitação, ex-militantes da Al-Qaeda passaram a obter regalias como videogame e terapia.A estratégia do centro de reabilitação de ex-militantes que funciona no país há 18 meses é reintegrá-los à comunidade para evitar que eles voltem a ser recrutados por grupos extremistas quando deixarem a prisão.Uma reportagem especial da BBC entrevistou ex-militantes extremistas do centro de reabilitação saudita e um ex-detento de Guantánamo para comparara os efeitos dos diferentes tratamentos adotados nos dois locais.Além de buscar reinserir os ex-militantes na sociedade, o centro saudita tenta, através de debates com autoridades religiosas, mudar a ideologia deles para que restaurem a fé na religião e no governo saudita - e se distanciem do pensamento radical da Al-Qaeda.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.