Scania tem forte demanda no Brasil, cortará produção na Europa

A Scania teve queda no lucro do quarto trimestre maior do que a prevista e cortará a produção na Europa no primeiro trimestre por causa da fraca demanda, informou nesta quarta-feira a fabricante de caminhões.

Reuters

30 de janeiro de 2013 | 07h44

Apesar da crise na Europa, subsídios do governo do Brasil renderam uma forte demanda no país. Em nível mundial, a Scania teve alta de 24 por cento nas encomendas no quarto trimestre, ante previsão de 9 por cento em pesquisa da Reuters.

O lucro operacional da Scania, em que a Volkswagen tem participação majoritária, caiu para 2,17 bilhões de coroas (340 milhões de dólares), ante 2,74 bilhões um ano antes, e ficou abaixo da previsão de 2,48 bilhões em pesquisa da Reuters com analistas.

(Por Niklas Pollard e Helena Soderpalm)

Mais conteúdo sobre:
AUTOSSCANIARESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.