Schumacher quer saborear em São Paulo sua segunda despedida da F1

Seis anos após a sua retirada da Fórmula 1 no Grande Prêmio do Brasil de 2006, Michael Schumacher voltará a dizer adeus no domingo em Interlagos, e desta vez tentará saborear o momento.

Reuters

20 de novembro de 2012 | 15h01

O heptacampeão mundial, que era piloto da Ferrari em 2006 e agora encerra um decepcionante retorno de três anos com a Mercerdes, já deixou claro que desta vez a partida é a final.

O alemão, de 43 anos, que será substituído por Lewis Hamilton na próxima temporada, disse que o circuito de São Paulo será o lugar para pôr fim a uma carreira que começou em 1991.

"Eu sempre desfruto o entusiasmo dos fãs e é uma grande pista que tem visto momentos memoráveis e que sempre produz corridas espetaculares, pois é o único traçado que garante muita ação", disse Schumacher em um treino realizado pela equipe antes da corrida final da temporada, no domingo.

"Para mim, também é o circuito que traz de volta memórias de Ayrton (Senna)", acrescentou o homem cujo primeiro título, como piloto da Benetton, em 1994, veio depois que o brasileiro morreu em Ímola naquele ano.

Em 1993, Senna e Schumacher dividiram o pódio em Interlagos, com o brasileiro em primeiro e o então jovem piloto alemão em terceiro.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Tudo o que sabemos sobre:
F1SCHUMACHERSP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.