Se for absolvido, Gil Rugai vai receber R$ 5,5 milhões

A sentença a ser proclamada pelos jurados no fim do julgamento não definirá apenas o futuro de Gil Rugai, mas também a partilha da herança deixada por Luiz Carlos Rugai. Estima-se que, atualmente, perto de R$ 22 milhões estejam parados aguardando o júri.

ADRIANA FERRAZ E BRUNO PAES MANSO, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 08h41

Se absolvido, o réu terá direito a usufruir os quase R$ 5,5 milhões a que tem direito - o porcentual representa 25% do total, já que a família de Alessandra Troitino deve receber R$ 11 milhões. A outra metade, pela lei, será dividida entre os dois irmãos ou será entregue apenas a Léo Rugai - caso Gil seja condenado.

Luiz Carlos e Alessandra não eram oficialmente casados, mas estavam juntos havia mais de 10 anos. De acordo com a legislação brasileira, a relação do casal já era considerada uma união estável, o que dá direito à metade dos bens à mulher. A família de Alessandra Troitino pleiteia o direito na Justiça e os parentes de Gil Rugai contestam. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
GIL RUGAIJÚRIHERANÇA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.