Sebastião Uchôa deixa cargo em meio à crise em Pedrinhas

Após mais uma fuga de presos, na manhã desta quarta-feira, 17, do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, e de uma tentativa, frustrada, de fuga em massa, o secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) do Maranhão, Sebastião Uchôa, decidiu entregar o cargo. Para o seu lugar a governadora Roseana Sarney (PMDB) nomeou, interinamente, o secretário de Segurança Pública, delegado Marcos Affonso Junior, que deverá acumular as duas secretarias.

CLODOALDO CORRÊA, ESPECIAL PARA O ESTADO, Estadão Conteúdo

17 Setembro 2014 | 14h22

Apenas em 2014 92 detentos conseguiram fugir. Só na semana passada foram 36 detentos que escaparam do Complexo após

Bandidos roubarem uma caçamba e a jogarem contra o muro do Complexo, abrindo espaço para a fuga. Na manhã desta quarta-feira, ao menos 17 detentos, na contagem preliminar, teriam conseguido alcançar a rua por meio de um túnel.

Na segunda-feira, 15, o diretor da Central de Detenção do Complexo, Cláudio Henrique Bezerra Barcelos, de 45 anos, foi preso acusado de ter recebido dinheiro para libertar presos. Muitos dos detentos conseguiram ganhar a rua usando a porta da frente do Complexo. Barcelos também é acusado de fraudar informações do sistema do presídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.